Lush Cosmetic Warrior

quarta-feira, abril 15, 2015


Depois de ler este post da Sílvia e estando eu a passar por uma fase dermatológica terrível nem pensei duas vezes, voei para o site da Lush, visto que não tenho nenhuma loja perto de mim e fiz a minha encomenda.

Achei os portes caros, mas rapidamente se justificaram quando em menos de 24h já tinha a encomenda à minha porta. Melhor ainda quando vi que junto com a máscara vinham carradas de amostras e sabonetes.

Tudo o que a Sílvia disse, confere-se. Realmente a máscara não tem o melhor cheiro, afinal é feita de alho anti-séptico, óleo de árvore do chá, caulim purificante, uvas frescas, mel e ovos. No entanto e após aguentarem os 10-15 min na cara e removerem o cheiro não fica na pele. 

Utilizei durante uma semana e desde a primeira utilização que notei as borbulhas mais secas e a pele mais macia e lisa. Os resultados foram realmente muito bons, mas não fiquem a pensar que é algum género de milagre, ajuda ao tratamento e nas manchas mas como tudo demora o seu tempo. Só ao fim de uma semana fiquei verdadeiramente melhor, no sentido de já conseguir sair de casa sem uma tonelada de base na cara.

Um boião de 75g custa 8,75€ e não deve ser guardada mais do que 3 semanas e sempre no frigorífico. Podem ler mais à cerca desta máscara no site da Lush.

Posts Relacionados

4 comentários

  1. Também fiquei curiosa em relação a esse produto da Lush depois de ler o post da Sílvia! :) De vez em quando a minha pele também tem uns chliques e aparecem-me uma data de borbulhas, por isso acho que esta máscara é uma óptima aposta! Da próxima vez que passar por uma Lush, não me escapa :)

    ResponderEliminar
  2. Ouba ouba..apesar da descrição do produto e do seu cheiro, a máscara parece mesmo ser óptima! Também estou com a pele a precisar de uma "terapia de choque" e acho que na minha próxima visita à Lush essa vem ocmigo!

    Sara Cabido | Little Tiny Pieces of Me

    ResponderEliminar
  3. Adoro as máscaras frescas da lush, compro quase sempre que vou lá!

    ResponderEliminar

Facebook